Esperando a Primavera

Da janela,
sinto, em meu rosto,
o vento frio do ar.
Não quero esta brisa
que gela.

Estou à espera
da primavera,
do frescor de uma flor
que faz renascer o amor.

Estou à espera
do perfume de um jardim,
tão florido e cheiroso,
do aroma de um jasmim.

Estou à espera
dos campos coloridos,
das matas esverdeadas,
do esplendor da natureza,
desta magnífica beleza,
por Deus tão abençoada.

Venha, primavera!
Não demore a adentrar,
fazer nascer os sonhos,
colorir meu despertar.


Ele

Bateu à porta,
ninguém ouviu.

Discursou,
falou de amor,
de igualdade,
de sinceridade.

Fez milagres,
com humildade,
ensinou a crer
no seu poder.

Sofreu injurias,
difamação!
Foi incompreendido
injustiçado,
pisoteado.

Deu ao mundo
o seu perdão.
Deixou a sublime lição
do desapego,
da união,
do caminho da verdade,
da luz:
Jesus


Vivendo de amor

Estou de amor vivendo e
dele ando
viajando

Presa estou
no seu destino,
descortindo
muita alegria
no meu dia.

Estou amorando,
amando o mundo
os oceanos, os mares,
todos os lugares.

Caminho
entre rosas,
sem espinhos,
com fé
e ousadia.

Bendigo
esta magia!


Ensina-me a amar

Ensina-me a amar
nos momentos de decepção.

Ensina-me a dar,
mesmo sem ter o que receber.

Seguir seus passos, à sua frente,
acender o amor em toda gente.

Poder a todos socorrer, fazer a união,
mesmo que ferida em meu coração.

Acompanhar suas caminhadas
no querer e no saber.

Suportar a tribulação,
saber levantar, quando cair no chão.

Confiar que tudo está em suas mãos,
cada vez mais crer no seu poder.

Ensina-me a amar,
a perdoar todos sem distinção.

Num gesto único e verdadeiro,
trabalhar para a confraternização.


Páscoa

Páscoa é a celebração
de ressureição de Jesus
que morreu por nós na cruz.

Pediu perdão para o mundo,
num gesto de amor profundo,
superando sua prórpia dor,
ao ver tanto desamor.
É o nosso Salvador!

Falou para termos fé,
crer para acontecer,
que um dia Ele vai voltar,
levar-nos para o seu lar,
lugar de paz e segurança
e vivermos como criança.


Pérola rosada

Peguei carona
neste mergulho,
fui ao fundo
encontrar a concha,
tirar a pérola
da emoção.
Enchi-me dela.

Emergi das águas,
a nado, encontrei
a praia,
construí castelos
na areia da
imaginação.

Pérola rosada,
faz-me amada,
banha-me com
sua resplandecência.

Crie em mim
esta força estranha,
de dimentsão tamanha.
Toma conta do meu ser!


Espere por mim!

Se o destino nos separar
por algum motivo forte
ou nos afastar a sorte,
pense em mim,
onde estiver,
em qualquer tempo,
até o fim.

Mesmo que furações,
terremotos, alagamentos
venham acontecer,
neste mundo de sofrimentos,
espere por mim.
Espere sim, que voltarei.

Ainda que tudo pareça impossível,
que todos desistam de lutar,
que a tristeza se aloje nos corações
não se importe,
creia sempre que voltarei.

Enfrentarei céus e terras,
medos e inseguranças,
desafios e desesperanças,
para voltar aos seus braços,
aos seus beijos,
para a felicidade!


Namorar

Namorar é navegar
num mundo de fantasias,
de sonhos e alegrias.
Vibrar com toda emoção,
fazer feliz o coração.

Saber doar-se, entregar-se,
num querer ilimitado.
Viver um momento encantado,
com palavras doces, presentes,
abraços e beijos ardentes.

Estar de bem com a vida
numa paixão incontida,
do amanhecer ao anoitecer.
Ter total cumplicidade
com a almejada felicidade.


Discurso do Silêncio

Ainda é tempo
de percorrer estradas não andadas,
de viver as emoções sonhadas,
de mergulhar no parque da vida,
reler a folha que não foi lida.

Ainda é tempo
de achar o abraço não dado,
aquele beijo não trocado,
enfrentar o medo da perda,
não ficar sempre à esquerda.

Ainda é tempo
de deixar de ser nada,
cantar a vitória da alvorada,
escutar a voz da esperança,
acender a luz da temperança
de discursar no meu silêncio
a posse de tudo que não tive.

Ainda é tempo
de mostrar tanto amor contido
ouvir os ecos da noite,
falando ao meu eu sofrido,
palavras de flores, sem açoite,
fazendo-me sonhar, delirar
com um mundo sem cicatriz,
sentindo-me completamente feliz.


Ser pai

É ser amigo, presente!
Atencioso e amoroso,
inteligente no ensinar
e sábio no elogiar.
Dar segurança e esperança,
instruindo o caminhar.

Orientar o aprender,
como ser, como fazer.
Participar das alegrias,
das emoções de todos os dias,
combater a fraqueza,
viver com muita grandeza.

Colocar a mão na consciência,
não alimentar dependência.
Saber ouvir, saber falar,
semeando o bem-estar.
Ser forte, corajoso, audacioso,
participar e, sobretudo, amar.


O que é Natal?

Natal é luz!
Nascimento de Jesus,
nosso amigo, professor
que nos falou de amor,
humildade, sinceridade,
sem desigualdade.

Ensinou a sublime lição
de dar sem esperar,
abrir o nosso coração
a todos sem exceção.
Saber repartir, partilhar
e alegrias presentear.

Dar esperanças às crianças,
aos velhinhos boas lembranças,
num gesto terno e fraterno,
com sentimento eterno,
estender a mão, sem distinção,
trabalhar para confraternização.

Venha Natal!
Estamos esperando.
Boas novas aguardando,
bastante benevolência,
sem tristezas, sem violência,
muita fé nesta existência.


Santa Maria chora

Santa Maria, chora
a consequência do agora,
que fez rolar lágrimas,
pelas perdas inesperadas
de pessoas tão amadas.

Que o seu pranto seja ouvido,
que seja forte o seu bramido,
levando à comoção,
diante desta situação,
os responsáveis pela população.

A cidade inteira chora,
neste instante, nesta hora,
pois o mal não foi evitado,
cuidados não foram tomados
e os sorrisos foram apagados.

O riso virou pranto,
destruindo o encanto
destes jovens sonhadores,
estudantes batalhadores
transformando risos em dores.


Sexo

O sexo só tem nexo,
se existir no coração
momentos de emoção
para viver este complexo.
Sexo, tesão,
entusiasmo, orgasmo.

Tem que haver química,
termoquímica,
na pele,
no tato,
no contato.

Tem que haver
muita garra,
sem amarra,
muita entrega
com paixão,
delírio, gozo,
reciprocidade
para chegar
ao êxtase
da sexualidade.


Recomeçar

Fazer um balanço verdadeiro
do que foi, do que ficou:
amizades, falsidades...
Coração quebrado, machucado,
num tumulto de questões
resolvidadas, não resolvidas...

Lamentar não, não é a solução.
Experimentar nova direção,
criar, tentar novamente,
aliviar o inconsciente
das lembranças sofridas,
das esperanças perdidas.

Conseguir jogar de novo,
na certeza de ganhar,
confiar, recomeçar.
Apostar na felicidade
crer na sinceridade,
num amor de verdade.

Fluir, de dentro, a paixão
pela vida, por tudo,
entoar uma canção,
fazer uma linda oração,
estar sempre confiante
num futuro deslumbrante.


Encanto

Perder o sonho? Jamais!
Não resistiria à vida,
sem a máscara da ilusão,
sem o pulsar do caração,
com uma emoção incontida.

Usar a imaginação
para bem alto voar,
mais perto do céu chegar,
embalada por uma canção
sob o som das cordas de Bach.

Não posso negar-me à aventura
de viver estas fantasias,
poder rir, ter alegrias,
amar alguém com doçura
num conto de ilusão pura.

Saber o dia desfrutar,
levar a todos bem-estar
e, num gesto de amor santo,
não deixar que este encanto
possa, de mim, se afastar.


Poeta

Vai, poeta,
mergulha no sonho,
mostra a tua dor e
canta o teu amor.

Sai, poeta,
andando entre flores
ou espinhos,
semeando ilusões
em teus caminhos.
Mostra tua sensibilidade,
trazendo felicidade
neste mundo de desamor.

Vai, poeta,
não te importes com o fel,
adoça a humanidade
com teus potes de mel.
Revela a tua pureza
e delicadeza.

Queremos beber os teus versos,
entrar na tua inspiração
e usufluir de tanta emoção.


Viver a Calma

Olhos temerosos, nervosos,
anseiam por segurança,
por momentos de bonança,
sem aquelas balas perdidas
que destroem muitas vidas.

Olhos querem liberdade
para sair pela cidade
o livre direito de ir e vir,
poder um dia se divertir
sem violência, nesta existência.

Olhos cansados que choram
e pelos entes perdidos oram,
querem viver, fazer acontecer,
nesta vida pequena e tão fugaz,
o direito de conhecer a paz.


A abelhinha

Neste momento,
tudo o que eu queria
era ser uma abelhinha,
para pousar onde você está,
sem ser vista.

Sentir o seu cheiro,
ver o seu olhar,
o seu andar
e picá-lo toda vez
que seu mau humor
se manifestar.
E depois, largar o meu mel
para adoçar a sua ira,
acalmar os seus nervos,
tornar sua vida tranquila
e fazê-lo vibrar
toda a vez que me imaginar.

Como eu gostaria
de ser uma abelhinha!
Eu adoro você!


Ser mãe

Ser mãe é ser graficada
com o galardão maior
ao fazer, no próprio corpo,
uma criança, símbolo de esperança
de construir um mundo melhor.

É se doar por inteiro
ao serzinho, tão pequenino,
acompanhar o seu movimentar,
no dia a dia, seu falar,
seu crescer, seu andar...

Viver seus choros, enfermidades
em todas as idades.
Vibrar com todas as mudanças
que acontecerão nos tempos que virão.

Estar na condição divina,
com o coração de menina
e a força de um leão.


Ser Pai

É formar, sem modelar,
ajudar, sem cobrar,
amar, sem receber,
poder no filho crer,
aceitar ser contestado,
dialogar com o filho amado.

Esperar o tempo de colher,
sofrer, sem se abster,
nos momentos sofridos,
crer nos sonhos construídos,
enfrentar a necessidade,
não temer a realidade.

A ausência aguentar,
dirigir sem demonstrar,
vendo dor e sofrimento,
ser forte, bravo e destemido,
acima de tudo, querido.


Mestre Amado

Mestre amado, injustiçado,
todos tem no seu passado
o seu falar, o seu ensinar
que nos fez tanto edificar,
galgar as escadas da sabedoria
para sermos alguém um dia.

Temos, em nossa lembrança,
nos bons tempos de criança,
a sua voz meiga e terna,
ministrando lição eterna
para o nosso futuro enfrentar
e sabemos nos direcionar.

Mestre amigo, querido, eu bendigo
seu amor à bela profissão,
sua fé, sua lealdade, sua dignidade,
todo o crescer, todo o saber
que ficou gravado em nosso viver.


Reflexo retroativo do espelho

A minha imagem,
no espelho,
retorna aos tempos idos,
aos jardins floridos.

Encharco-me de sonhos,
rasgando espaços,
jogando cansaços
na lata do desprazer.

Meu semblante
aflora ledices,
refletindo, no meu ser,
o gozo de viver.


Enquanto eu viver

Enquanto eu viver,
quero da dança da vida participar,
estar contente, em todos os momentos,
nem um só dia desperdiçar.
Flutuar nas redes do meu pensamento,
ouvir só vozes de bondade,
combater toda desigualdade.

Enquanto eu viver,
quero rasgar preconceitos embutidos,
fortalecer laços de harmonia,
transportar os momentos vividos
em paz, risos e alegria,
esbanjando otimismo e perseverança,
quero ter a fé de uma criança.

Enquanto eu viver,
quero abrir as janelas do meu coração
para o bem entrar e residir.
Quero música, canto e paixão,
ensinando todos a sorrir,
o ato sublime de perdoar,
e saber como é lindo amar.


Encontro Marcado

Tenho um encontro marcado
comigo mesma,
acender o fogo do meu interior,
cuidar de mim,
amar-me mais...
Acertar as contas do coração.
Resgatar o tempo gasto na entrega
para pagar o preço de uma paixão.

Virar a vida pelo avesso,
tirar o atraso,
ter uma sintonia com meu próprio eu,
com a força criadora, energética,
que me faz gostar de mim mesma,
emanando uma vibração
para outras pessoas
que necessitam achar-se,
no labirinto da vida,
nas emoções perdidas,
no campo da luta pela felicidade,
pelo amor puro, transparente,
que emana de cada ser.


Ler é Renascer !

É descobrir um mundo desconhecido,
conhecer ideias de outras mentes,
poder viver em mundos diferentes,
mergulhar em conceito profundo,
conhecer outras faces do mundo.

Participar desta linda corrente,
alcançar o que o outro sente.
Galgar as escadas da sabedoria,
usando a leitura com primazia.
Refazer conceito mudado,
revolucionar o eu estagnado.

Aumentar a decodificação,
de textos de difícil explicação,
aumentando o nosso saber
que vai cada vez mais desenvolver,
sempre que você um livro ler.


Inocência

Os meninos de rua,
tão inocentes,
   pobres,
      carentes,
         dependentes!

Que fazem o que não querem fazer
para sobreviver.

E vivem sem entender,
sem saber
o motivo de tanta desigualdade,
maldade,
que os leva a esta vida tão sofrida,
deprimida,
no meio de tanta tristeza.

Frieza
   das pessoas,
   de todos,
   que podem,
   que devem,
   mas não querem socorrer
   e se envolver,
   por medo, por falta de ousadia,
   por covardia,
   deixando a vida correr
   e a desgraça aparecer.
   Vendo a infância morrer,
   desfalecer,
   sem conseguir acontecer.


Luz cristã

Que luz é esta que invade o meu ser
e muda o meu viver?
Que luz é esta tão forte
que me faz enfrentar a morte
e tranforma caminhos tristonhos
em momentos de sonhos?

Que luz brilhante é esta,
descortinando um mundo de festa?
Faz-me renascer...

Esta luz que só me encanta,
luz bendita, luz tão santa,
um raio de luz cristã,
é a luz do amanhã!


Quem sou

Pertenço àquela classe de pessoas que tem muitos amigos, pois penso que ter amigos é ser feliz.

Sou aquela pessoa transparente que não sabe fingir e tem a razão dominada pelo coração.

Sou aquela que acredita nos sonhos e aposta sempre num amor eterno.

Sou aquela pessoa que é capaz de tudo pelo amor de alguém, pois acredita que só amando a vida vale a pena.

Sou aquela pessoa empática que sofre com os sentimentos dos outros e tem um desejo incrível de transformar sofrimento em alegria e ver todos sorrindo pela vida.

Sou aquela pessoa que acredita na paz, crê em Deus, crê no amor e acha que nada é impossível.


Por você

Por você,
eu mudo meu jeito,
comporto-me direito,
da maneira que você quiser
para ser sua mulher.

Por você,
mudo o meu conceito,
tiro mágoas do peito,
sacrifico o meu ego,
faço o meu amor cego.

Por você,
Transformo o meu caminho,
para vê-lo no meu ninho
sou capaz de morrer,
de calar, de parar
o rolar do meu pranto,
pois só você tem encanto
e me faz tanto amar.

Por você,
que é meu mais-que-tudo,
farei tudo, tudo,
sem nada esperar.


Julgamento

Julgamento precipitado compromete
e quem o faz só erros comete,
tendo atitudes descontroladas
provoca, às vezes, situações desastradas.

A razão tem que agir sobre a emoção
para medir a amplitude da ação,
não causar nenhuma confusão,
nem colocar pessoas inocentes
sob o jugo cruel de sua mente.

A ninguém cabe o poder de julgar,
nem da primeira pedra atirar.


Sempre e sempre...

Orar sempre.
Vigiar.
Agradecer tudo.
Ousar.
Lutar pelo possível e pelo o que julgar impossível.
Amar-se.
Cuidar-se.
Trabalhar.
Ajudar.
Cooperar.
Fazer amigos.
Não julgar.
Amar ao próximo como a si mesmo.
Saber relaxar.
Ter domínio próprio, ser paciente.
Tirar ódios, raivas, mágoas e culpas do seu interior.
Não ter medo de ser feliz, tente, experimente.
Aceitar o que não pode mudar e saber enfrentar os
obstáculos com serenidade.
Chorar, se for preciso.


Engano

Sobe o pano,
semblante controlado,
alegria aparente,
tudo é conveniente:
não parecer derrotada,
estagnada, cansada.

Viver ou morrer?
Confusa, entrego-me
ao novo dia.

Quero renascer,
mudar, regozijar.
Misturar-me aos benditos,
afastar-me dos aflitos,
dilemas, problemas
sem solução.

Anoitece!
O tempo acaba,
fica o engano.
Desce o pano.


Quem Ama Cuida

Amazônia! Amazônia!
És brasileira, altaneira!
De ti o planeta depende
para sobreviver.

És do mundo o coração
que pulsa forte.
És a força do norte
em território brasileiro.
Como deixar perder
área tão valiosa?

Quem ama não descuida,
não destrói,
não deixa roubar.
Procura vigiar
o que é nosso,
nossas matas,
os verdes do nosso Brasil.

Combate o desmatamento
para evitar o aquentamento,
a queimada das florestas.

Uma guerra, na Terra,
para impedir uma crise fatal:
o aquecimento global.


Quero colo

Mãe, tenho medo!
Quero colo.
Abrigar-me, debaixo de suas asas,
da violência, da frieza...

Proteger-me do furacão,
que invade os lares,
causando dores, destruindo amores,
a crença na vida.

Quero ser criança outra vez.
Dormir com boneca de pano,
brincar de amarelinha,
de roda, pique-esconde.

Tomar a sua bênção,
sentir a paz da sua presença,
dos seus carinhos, dos seus zelos,
enxugar minhas lágrimas
em seus cabelos.

Sentir a força do seu amor
que faz a vida florir
no jardim da minha existência.
Mãe, fique aqui!
Você é tudo para mim.


Procura-se

Procura-se um amor
singelo, leal, único.
Que saiba doar, sem possuir.
Que seja comigo uma só pessoa,
no seu querer ilimitado,
sem ambições de dinheiro.

Preciso desta troca contínua
de abraços, beijos sinceros,
palavras meigas, doces,
do amanhecer ao anoitecer.

Que siga comigo a estrada
de flores ou de espinhos,
sem medo, sem esmorecer,
num mundo nosso de felicidade,
numa eterna cumplicidade
de viver o que acontecer,
em cada momento existente,
numa corrente permanente,
espontânea, de dar e receber.


Ciúme

Inseguro, inconsequente,
desconfiado...
Sempre a imaginar
cenas terríveis, inexistentes,
com seu ciúme insistente,
só fazia me atormentar.

Amor queria crescer,
uma árvore frondosa ser,
palavras dolorosas, destruidoras
fizeram o sentimento morrer.

Se você me amou, não sei,
mas, não gostei
do seu jeito possessivo,
arrogante de conviver.

Se eu amei você?
Tenho certeza,
mas a sua cruel ruideza
jogou o encanto para o ar,
botou tudo a perder.

Quem ama não aprisiona,
deixa o outro respirar.
Você nunca ficou sabendo
quão lindo o mundo seria,
se você soubesse me amar.


A Resposta

A ousada natureza,
num cenário de beleza
e de grande tristeza,
dá a sua resposta
à civilização incontrolada,
à tecnologia avançada.

Mar irado, revoltado,
avança suas águas agitadas,
tremuladas, desfraldadas,
sobre a areia que vagueia,
ocupando o seu espaço
num passo descompassado.

Maré cheia que bloqueia
o livre escoamento,
provocando alagamento,
desnorteia a temperatura,
levando à secura os rios, o ar.
Difícil é respirar!

Frio, calor, ozonosfera.
Na montanha, vulcão a urrar,
expelindo lavas efervecentes,
deixando homens doentes.
Sinais dos tempos letais
que não veremos jamais.


Sonhos

São momentos
que invento
para sair daqui
desse lugar
tão problemático,
tão esquemático.

Quero navegar
no mundo dos sonhos,
das fantasias,
das alegrias.
Quero amar
e me apaixonar.

Quero vibrar
com cada emoção
e soltar assim
toda poesia
que eu tenho em mim.


O Choro da Cidade Sorriso

Niterói, cidade sorriso, chora
a consequência do agora
que fez rolar lágrimas
pelas perdas inesperadas
de pessoas tão amadas.

Que o seu pranto seja ouvido,
que seja forte o seu bramido,
levando à comoção,
diante desta situação,
os responsáveis pela população.

A cidade sorriso chora,
neste instante, nesta hora,
pois o mal não foi evitado,
na comunidade da cidade,
e o sorriso foi apagado.

O riso virou pranto,
destruindo o encanto
deste povo lutador,sonhador
que apostou na ilusão
de uma falsa construção.

Gente trabalhadeira, guerreira,
segure esta esperança
de que épocas de bonança,
certamente, acontecerão
nos dias que virão.


Viva sem Medo

Busque
sempre a sabedoria.

até aonde seu coração mandar.
Recuse-se
a ficar na solidão.
Reaja,
se tiver alguma aflição.
Não deixe
alguém impedi-lo de se levantar.
Esteja
sempre pronta para amar.
Ouse
para conseguir o bem alcançar.
Encha
sua vida de alegria.
Ria,
rir é sempre a melhor opção.

Não espere que a situação mude,
mude a situação.
Para valer a pena!

Lembre-se:
O amor é um erguimento
e, não, um sofrimento.
Consiste
em dar,
não em receber.


Criança

Criança, esperança,
ingenuidade, felicidade,
sem falsidade, sem maldade,
sem eufemismo, nem disfemismo.

Só alegria, sem ironia,
num querer, sem nada saber,
num olhar, sem nada esperar.

Tão dependente, inconsciente
do mundo que está a rolar...
Vivendo seu sonho, sua fantasia,
sempre alegre, todo dia.

Vamos seu dia proteger
das maldades, crueldades
que destroem as esperanças
de um futuro promissor,
dando-lhe muito amor.


Estresse

Acelero as amígdalas do meu cérebro,
meus pensamentos disparam,
as emoções fervem,
crescem, crescem...

Preciso colocar freios,
acalmar o interior,
sossegar os meus desejos,
entrar numa letargia
que me tire da agonia,
que me traga a leveza do meu ser,
a serenidade para viver
uma vida sem estresse.

Confesso, estou exausta.
Cansei da disputa,
da luta... por nada,
da correria, sem destino.
Procuro a paz, a serenidade,
o encontro com a tranquilidade.


Niterói, Pequeno Paraíso

Niterói, Cidade Sorriso,
um pequeno paraíso,
espaço maravilhoso
neste Brasil glorioso,
encantando os turistas
com suas belas vistas.

Praias deslumbrantes,
extasiando os visitantes.
Igrejas, fortes, lindas praças,
uma chuva de graças.
Faculdades, hospitais,
cidade linda demais!

MAC, imagem famosa,
de beleza esplendorosa,
museu bonito e moderno,
Niemeyer, arquiteto eterno.
Lugar bonito e acolhedor
que nos transmite amor.

Boa para se morar,
estudar e trabalhar.
Com a força do saber,
cada vez mais vai crescer.


Política

Mentira, falsidade,
maldade, desigualdade,
ganância, ignorância.
Insensibilidade!

Egoísmo, sem patriotismo,
enrolo, teatro, roubo, suborno,
muitas palavras, pouca ação,
enganando a nação:
eleição,
alfabetização,
ruas asfaltadas,
dinheiro na cueca,
dinheiro no meião,
mensalão,
enganação.

Pobres enrolados,
desempregados,
restaurante popular,
dá para enganar,
crianças pedindo esmolas
nas calçadas, maltratadas,
miséria, plateia, prisão.

Minoria agraciada.
Maioria prejudicada.
Sem solução,
muita gente
no chão!


A Vontade

Destrói a moleza e a preguiça,
vence os ímpetos do coração.
Luta contra o furação da cobiça,
combate a violência da agressão.

Ponto de apoio de nossos atos,
acaba com o apetite do mal.
Pode mudar a realidade dos fatos,
dela depende todo sucesso moral.

Vontade muito trabalhada,
mostra a força do poder.
Destrói a dificuldade encontrada
e leva ao conhecimento do vencer.


O jogo da vida

Escolham os seus valores!
Os que têm sorte ou azar!...
Joguem tudo: vida, amores,
tentem um rumo tomar,
afastando o bicho do medo,
é preciso saber arriscar
ou no mesmo lugar ficar.

A oportunidade chegada
não deve ser desperdiçada.
Na roleta complexa da vida,
apostem risos e alegrias
para vencer mágoas e nostalgias.

Usem a ficha do amor,
vermelha é a sua cor.
É pegar ou largar.
Com paciência, nesta existência,
o poder da persistência
vai fazer a vitória chegar.


Minha Estrada

Estou esperando
um futuro deslumbrante.
Na minha estrada,
só há rua calçada
de amor e esperança
que me traz confiança.

Vou caminhando,
sorridente,
vivendo o meu
presente.

Agradecendo o viver,
o sol que me aquece,
a lua que enternece
a curva da estrada.

Sou só otimismo,
derrubando
os conceitos,
preconceitos.

Sou vida,
sem partida.


Mulher, a abençoada

Presentes, sorridentes, buscam o seu lugar,
seu direito de sonhar.

Guerreiras, transformadoras, são eternas doadoras de carinho e bem-estar.

Inteligentes, conscientes, procuram levar a paz
neste tempo tão fugaz.

Renovando seus conceitos, conquistam seus
direitos de fazer e acontecer.

Quebrando as correntes desta vida de
machistas,são doces idealistas e belas suas conquistas.

Neste mundo tão aflito, de discriminação
e violência, oferecem amor e paciência.

Não existe nada, nada, de tão puro
e infinito que seja assim tão bonito.


De amor morrer

Estou sofrendo de um amor falido
que, em vão, foi construído,
sem nenhuma base sólida.

Estou sofrendo de um amor vivido,
sem controle,
atropelando espaços,
desconhecendo medos,
sem guardar segredos.

Quero retornar ao tempo passado,
àquele amor tão amado,
e, ao mesmo tempo, renegado.

Quero sentir as sensações gigantes
dos grandes amantes,
sem nenhuma cobrança.

Sentir a grandeza do querer,
amar até não mais poder.
De amor viver
e de amor morrer.


Sem pequenez

Do alto de uma montanha,
com uma ledice tamanha,
vou desligar a tomada da terra,
ligá-la ao interruptor do céu.
Jogar confetes de amor
aos racionais e irracionais.

Livrar-me da pequenez,
dos apegos, da mesquinhez.
Sentir a aragem da felicidade
envolvendo-me de bondade.
Encher o vazio de desencanto,
o gosto amargo do pranto,
das tristezas, das incertezas.

Quero o meu jardim florido
de ideias animantes, perseverantes
que transformem os sentimentos
e germinem alegrias.
Ver uniões reatadas, mãos dadas,
sem preconceitos e desrespeitos.
Viver com altivez e
acabar com a pequenez.


Mulheres

Ousadas, determinadas,
amantes do saber,
sonhadoras, disciplinadas,
possuem a alegria de viver.

Neste mundo atual
de discriminação e violência,
enfrentam todo o mal,
usando sua inteligência.

Mulheres maravilhosas
valorizam a própria vida,
caminham vitoriosas
na estrada percorrida.

Bondosas e com muito amor
conquistam a humanidade,
com o seu calor tão sedutor
encontram a felicidade.

 

Página Inicial l Sobre a Autora l Onde Encontrar l Sumário l Contato